portalpatos
publicidade
segunda-feira, 26 de agosto de 2019
CIDADE - 25/05/2019

Consulta de Sales Júnior ao TCE/PB gera polêmica diante da possiblidade de salário de secretário ir para quase R$ 18.000,00


O prefeito interino do Município de Patos, Sales Júnior (PRB), enviou nesta sexta-feira, dia 24, para o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba (TCE/PB), uma consulta que está gerando polêmica no meio político da cidade diante do plus salarial que pode receber o secretariado.

Sales Júnior tem interesse em nomear Robson Soares para secretário de Administração do Município de Patos. Robson é funcionário efetivo no Município de Patos como fiscal de tributos após uma controvérsia decisão judicial que o garantiu no cargo. O vencimento do fiscal de tributos em Patos é de quase R$ 18.000,00, porém, quando se é nomeado para secretário, esse valor cai para a média de R$ 8.000,00 por questões de perca da gratificação por produtividade.

A consulta do chefe do poder executivo é para se saber do TCE/PB se pode pagar o mesmo salário de fiscal de tributo para quem assume como secretário do Município de Patos. A polêmica consulta está em documento que fundamenta as dúvidas de Sales Júnior.

De acordo com juristas, o Tribunal de Contas do Estado da Paraíba ainda não se posicionou sobre a consulta, mas já vem dando o que falar nos bastidores da Prefeitura Municipal de Patos, pois, caso o TCE/PB dê parecer favorável, os salários dos secretários podem ser elevados ao valor dos pagos aos fiscais de tributos atualmente quando exercendo suas funções.

Diante do cenário que se fala em crise financeira enfrentada pelo Município de Patos, independentemente do resultado, a consulta do prefeito ao TCE/PB deu margem para se notar o desejo do gestor interino em elevar salários dos secretários ou mesmo de secretário específico.

Portalpatos

Fonte: Patosonline

Por Jozivan Antero

portalpatos

Leia Também

Comentários