domingo, 20 de setembro de 2020
07/08/2020

Paraíba está entre os "piores" estados com menor número de respiradores do País


Os hospitais do Estado da Paraíba têm uma proporção pior de respiradores/ventiladores mecânicos por habitante que a média nacional.

São 3.741 moradores para cada respirador, o que representa uma taxa que é 1,4 vez maior que a média do Brasil, de 2.759 pessoas por respirador. Os dados vêm de uma análise da Associated Press com base em informações divulgadas pelo DataSUS relativas a junho.

Esses equipamentos são fundamentais para tratar casos graves de Covid-19. No entanto, assim como ocorre em outros Estados, diferentes áreas na Paraíba têm mais respiradores do que outras, o que mostra a disparidade de distribuição de equipamentos para combater a pandemia no Estado e no País.

Desde janeiro, o número de respiradores em hospitais paraibanos cresceu 17%, de 917 para 1.074, de acordo com os dados mais recentes divulgados pelo governo. Em comparação, no Brasil como um todo o número de respiradores cresceu 17% durante o mesmo período.

Ao todo, o Brasil tem 76.180 respiradores. O Estado da Paraíba, que tem 1,9% da população brasileira, tem 1,4% do número de respiradores do País.

O Estado da Paraíba tem 16 regiões de saúde, que são áreas administrativas que compartilham infraestrutura de atendimento. Dessas, a com menos respiradores por habitante é a 3ª Região (Esperança e arredores). Os hospitais desta região têm 9 respiradores, ou 21.906,7 habitantes por respirador. Isso significa que a 3ª Região tem uma proporção que é 7,9 vezes maior que a média nacional.

Em comparação, a região com a melhor proporção de habitantes por respirador no Estado da Paraíba é a 1ª Região (onde fica João Pessoa). Ela tem 593 equipamentos, o equivalente a 2.213,4 pessoas por aparelho. Isso equivale a uma proporção que é 0,8 vezes a média nacional.

Fonte: Assessoria

portalpatos